terça-feira, 26 de maio de 2015

Série - lavandas da provence - imagens provençais

(Roussillon)

Andar pela Provence faz com que a respiração se torne mais tranquila e profunda.

Nesta postagem vou inserir várias imagens que fiz e que adoro...e assim vocês também podem dar uma pausa no corre corre e aproveitar para respirar mais fundo!

(Saint Remy de Provence)

(Venasque)

(Venasque)

(Venasque)

(Ferrassier)

(Sault)

(Sault)

(Valensole)

(Marché)

(LÍsle sur la Sorgue)

(Ferrassier)

(LÌsle sur la Sorgue)

(Creme brullé)

(Saint Remy)

(Saint Remy)

(LÌesle sur la Sorgue)

(Bonnieux)

(LÌsle sur la Sorgue)

(Sault)

(Sault)

(Ferrassier)

(Valensole)

(Pouimusson)

(Loumarin)

(Valensole)

(Gordes)

(LÌsle sur la Sorgue)

(Manosque)

Todas as imagens são de minha autoria - se quiser levar, fique à vontade, só pediria para colocar os créditos.


segunda-feira, 25 de maio de 2015

Série - Lavandas da Provence - Bonnieux


Não importa o caminho que você vai tomar para Bonnieux, você sempre vai ver a torre da igreja bem antes de chegar.


A uma altura de 425 metros, a torre domina a paisagem e os arredores desta magnífica aldeia, situada no Luberon.


Construída sobre um platô acima do vale, Bonnieux é um dos mais belos vilarejos da região. 


As casas espalhadas na encosta da colina formam uma harmonia impressionante de cores e formas em tons de terra.


Algumas residências datam do século 16/17 e 18 e esta aldeia era uma vila muito rica, que nesta época pertencia aos Papas.


Era denominada de Condado Venassino.


Andando pela aldeia, depois de subir 86 degraus de pedra para a Vieille Eglise, você vai encontrar as velhas árvores de cedro e descobrir uma bela vista para o Monte Vaucluse e as aldeias de Gordes e Roussillon.


Também pode-se admirar as vastas planícies plantadas com vinhas, lavandas e cereais.
Na aldeia também tem um museu bem interessante, o Boulangerie Musueum, onde você vai ver uma coleção de pães e aprender muito sobre sua história e fabricação.


Distâncias de Bonnieux para:
Gordes - 19 km
Apt - 12 km
Aix en Provence - 50 km


domingo, 24 de maio de 2015

Série - Lavandas da Provence - Abadia de Senanque


Abadia de Senanque - este Mosteiro cisterciense existe desde 1148 e até hoje é habitado por uma comunidade de monges cistercienses, que tem como filosofia servir ao Senhor.
Eles cultivam ervas aromáticas e lavanda.


A paisagem é belíssima e a calma do lugar valem a visita, e quem quiser conhecer a Abadia por dentro é bom observar as roupas.
Não se pode visitar com shorts e blusas sem mangas.
A visita é guiada e só é feita em francês.


Para chegar na Abadia, saindo de Gordes, vai-se pela D 177 por mais ou menos 6 km.
Do alto da estrada já se consegue avistar as plantações de lavanda.



quinta-feira, 21 de maio de 2015

Série - Lavandas da Provence - Gordes


Vou começar uma série mais visual do que escrita, para mostrar onde nasce e cresce a verdadeira lavanda...

Tudo surgiu depois que li esta frase linda de Ana Jácomo:

E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo.
 Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor.
 Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu.
 Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras...


Vou começar por Gordes, que é uma das cidades mais fotogênicas da Provence.
Fica cravada numa colina que se eleva sobre os belos campos cultivados do Luberon.


No centro da cidade tem o Castelo e a Igreja, ruelas estreitas pavimentadas de pedras.
É uma cidade de mais ou menos 3.000 habitantes e bem centralizada para conhecer a Provence.


Todas as  construções são de pedra, dando uma sensação de dourado nos dias de sol e a cidade desce a montanha em cascata rumo aos Rios Sorgue e Cavalon.


A história de Gordes remonta uma época muito antiga, desde a época medieval e seu valor era inestimável, por ser uma cidade fortificada.


Nas imediações de Gordes temos a Abadia de Senanque (4 km e 700), uma construção do século 12 e rodeada de campos de lavanda, segue a imagem abaixo.


Esta foto da Abadia é de maio de 2013, as flores ainda não estavam no seu máximo.


Toda terça-feira de manhã tem o famoso marché (feirinha), no centro de Gordes.
Estas feirinhas são famosas na Provence e começam bem cedo, terminando mais ou menos pelas 14 horas.


Nelas encontramos frutas, verduras, flores, cestas, acessórios para cozinha, cortinas, tecidos, lacticínios, etc, etc....
















Junto das feirinhas, existem excelentes lugares para se almoçar, mas é bom procurar um lugar antes das 12 horas.





Os pratos são muito bem elaborados, verduras frescas, temperos diferentes e saborosos.



Uma dica para a noite, é jantar no Restaurante Prévot, que fica perto de Gordes, em Cavaillon (17 km).
Cavaillon é famosa pelos melões e este restaurante serve pratos incríveis a base desta fruta.



Outro local imperdível é o Restaurante La Trinquetti, para saborear uma incrível costela com molho de mel e lavanda.





Continuando a conhecer os arredores de Gordes, não se pode deixar de conhecer a Aldeia dos Bories, que são estruturas em forma de iglu feitas de pedra, sem argamassa.



Esta aldeia é do tempo medieval.

Outra cidade nas imediações é Roussillon, fica a 10 km de Gordes.


Roussillon tem as cores ocre em todas as matizes.


A cor da terra onde fica o vilarejo de Roussillon, cidade do ocre e das casinhas pintadas com esse pigmento, fazendo com que as casas sejam integradas ao restante da paisagem, dando a impressão de que a colina de ocre foi moldada em forma de vilarejo.




Finalizo a postagem deixando mais algumas imagens de Gordes...