segunda-feira, 11 de junho de 2012

A respiração e os óleos essenciais


Começamos por nos sentar confortavelmente, aplicando uma gota de lavanda no peito, com as costas eretas, dando total liberdade de movimento à coluna de ar que desliza das narinas para a garganta, depois pelos brônquios, depois até o fundo dos pulmões antes de fazer o caminho inverso.


Bastam duas grandes respirações lentas e profundas, acompanhadas de toda nossa atenção, para sentir que alguma coisa se distende em nós.

Uma espécie de conforto, de leveza, de suavidade se instaura no peito, nos ombros.


Aprendemos então, a deixar ao mesmo tempo a respiração ser guiada pela atenção e a atenção repousar sobre a respiração.


O espírito se torna como uma folha pousada sobre uma superfície de água, subindo e descendo ao longo das ondas que passam, levada por elas.


A atenção acompanha a sensação de cada inspiração, e se deixa levar pela longa expiração do ar que deixa o corpo com suavidade, lentidão, graça, até o final de seu trajeto, até que não haja mais do que um mínimo filete de ar, muito pouco perceptível.


Depois uma pausa.

Aprendemos a nos deixar fluir nessa pausa, cada vez mais profundamente.


Com um pouco de prática, sente-se o coração batendo para sustentar a vida, como ele faz incansavelmente há tantos anos.


E depois, no final dessa pausa, sem que tenhamos que fazer o menor esforço - salvo prestar atenção - uma pequena centelha se acende sozinha e desencadeia uma nova inspiração.

É a própria centelha da vida, que está sempre em nós e que descobrimos às vezes pela primeira vez!

(David Servan-Schreiber)


15 comentários:

  1. Olá Cláudia!
    A sua postagem transmite paz! Valeu!
    Tenha uma excelente semana!
    Abraços.

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jeferson Cardoso)

    Convido para que leia e comente “OLGA FAZ IOGA” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Maravilha,.Cláudia...Prestar atenção à nossa respiração, nos leva a viajar interiormente...beijos,linda semana!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica querida! obrigada e para vc também!

      Excluir
  3. abe Claudia que minha respiração não é das melhores...adorei ler!
    E preciso prestar mais atenção! Amei as fotos como sempre!
    Bjs e te desejo uma ótima semana!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas nós precisamos prestar atenção sempre que puder, é o melhor caminho bjs

      Excluir
  4. Ei Cláudia,
    Só as paisagens já nos acalma por si só.
    Excelente maneira de começar a semana.
    Abraços
    Lella

    ResponderExcluir
  5. Querida Claudia, que delicia que é vir aqui e ler,ver,sentir essa paz.Uma semana tão linda e deliciosa a você quanto este post.
    bj menina
    Valeria

    ResponderExcluir
  6. Uma lição de bem estar ... sempre em cenários que nos transportam ao sonho!

    ResponderExcluir
  7. Oi Claudia, ando precisando prestar mais atenção na respiração, de fato, ela melhora a qualidade de vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Amiga querida
    Que delícia essa respiração, farei certamente! O modo como você a descreveu parecia uma espécie de prece - senti paz apenas em lê-la, imagino quando executá-la:)
    Quanto ao comentário deixado no blog, gostaria de dizer que você não tem ideia de como o teu comentário me ajudou! Cheguei a escrever as regrinha do Nuno Cobra e afixá-las no painel do meu cantinho de estudos - amei! Acho que estou conseguindo segui-las:)
    Agora consigo ver a grande dimensão que o blog tinha em minha vida.
    Agradeço a Deus por ter conhecido pessoas iluminadas como você nesse mundo virtual. Uma das coisas que você incutiu em mim foi o amor pelos óleos essenciais - não vivo mais sem!
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  9. Claudia, lindas imagens, texto impecável!!!

    Um super beijo e um dia cheio de amor para você!

    www.emporiocasadachiquinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Cláudia!!! Obrigada pelo comentário lá no blog... Gratificante é ter conhecido pessoas maravilhosas como você... Faço a maior propaganda do teu blog, que eu amo, até para minha professora de yoga... Uso todas as dicas... Hoje, por exemplo, vai ter janta lá em casa e as velinhas e os óleos já estão a postos, hehe... Beijãooo queridona!!!

    ResponderExcluir
  11. No yoga aprendemos que a respiração é vida... E esse momento que tu descreve, entre uma inspiração e a expiração, quando esvaziamos todo ar, é de um silêncio calmante né??? Ontem na aula era óleo de alecrim... Beijãooo flor

    ResponderExcluir