sexta-feira, 13 de março de 2015

Tea Tree na psoríase



Psoríase, uma doença inflamatória da pele, crônica, não contagiosa, multigênica (vários genes envolvidos), com incidência genética em cerca de 30% dos casos.

Atualmente, um número variado de artigos científicos confirmam  resultados positivos em pessoas com psoríase, quando da utilização do óleo essencial de tea tree.


Algumas pesquisas atuais mostram que ele consegue ir além do que só cicatrizar e combater micróbios.

Recentemente (2012) um artigo de Pazyar citou o óleo essencial de tea tree (Melaleuca alternifolia) como uma potencial alternativa no tratamento tópico da psoríase, emprego popular e comum na Austrália, onde o óleo é destilado.


As pessoas que tem psoríase sabem como é difícil conviver com ela; na maioria das vezes sentem uma necessidade muito grande de esconder o corpo com roupas, tipo -  calças compridas, mangas longas, etc...


Sabe-se que existe uma soma de fatores que ajudam a melhorar o quadro inflamatório, como os exercícios físicos, alimentação e meditação.

Outras recomendações seguem abaixo:

* Hidrate muito bem a pele, para evitar seu ressecamento excessivo que favorece a possibilidade de desenvolver lesões;
* Exponha-se com cuidado e moderadamente ao sol, mas antes passe um creme hidratante ou terapêutico. Você vai ter que usá-lo a vida inteira;
*Evite a ingestão de bebidas alcoólicas;
*Procure não se desgastar emocionalmente. O estresse tem papel importante no aparecimento das lesões. Como não é uma tarefa fácil, procure ajuda de um profissional se considerar necessário;
*Não fuja de encontros sociais e de lazer por causa das lesões. Psoríase não é contagiosa e, se você se afastar de tudo e de todos, pode comprometer o estado emocional e aumentar o problema;
*Visite regularmente o dermatologista e siga à risca suas orientações. Isso o ajudará a controlar as crises.
(Dr. Drauzio Varella)


- Para quem quiser saber mais sobre o óleo essencial de 
tea tree ou sobre psoríase, deixe  seu
 comentário com o  endereço de email que mandarei mais 
informações.


5 comentários:

  1. Cláudia querida, adorei o post! Eu convivo com a psoríase desde a adolescência. Hoje quase não tenho mais lesões, mas se eu estiver estressada ou muito cansada elas voltam.
    Fiquei super curiosa sobre o uso do Tea Tree, pode ser usado direto na pele?
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Que postagem maravilhosa, tive amigas com essa doença
    e via a dificuldade delas em aceitar. Uma delas muito linda, mas muito
    agitada e quando entrava em crise, se isolava. Não tive mais
    contato, mas vou compartilhar Claudia, na esperança que chegue
    até elas. Agradeço muito por partilhar, que seja sempre abençoada,
    abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  3. Claudia,

    Aprendi muito com essa postagem.
    Eu comecei a usar o Tea Tree, quando tive uma micose em minhas unhas dos pés. O remédio comum custava quase $ 100.00; e alguem me recomendou o Tea Tree, que além de natural, é muito mais barato. A micose ficou curada em pouco tempo.
    Muito bom o post!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela grande informação. Tenho psoriase e isto me deixa muito constrangida. Tentarei encontrar aqui na minha cidade, obrigada, abraços
    Cecilia

    ResponderExcluir
  5. Olá Cláudia
    Acompanho e adoro muito os seus posts, sinto o carinho com que vc os trata.
    Tive psoríase severa, mas na época tratei com medicação convencional, não conhecia ainda a aromaterapia. Hoje sei e as vezes elas voltam de acordo com meu estado emocional. Me interessei muito em obter mais informações sobre o assunto.
    Beijinhos, sucesso e prosperidade!
    Marcia Kamia

    ResponderExcluir