segunda-feira, 26 de março de 2012

Louro


Laurus nobilis - nome científico do Louro

Diz-se que o louro é a mais nobre das árvores.
Podemos também dizer que é a mais orgulhosa, tanto que uma folha de louro significa
"só mudo com a morte".

É o símbolo da vitória, da glória e da paz, das trevas e da poesia.


Plantar pés de louro na porta de entrada da casa significa "louvar"... agradecer...

A planta custa muito a crescer, mas chega a viver dezenas de anos.
Na Europa é comum podar os louros em diversas formas e alturas.
A reprodução é feita em geral por estaquia e leva de seis a nove meses para criar raízes.
O melhor mesmo é comprar um pezinho no jardineiro e cuidar com carinho durante alguns anos. Felizmente, depois que cresce, a planta é tão forte e resistente que a morte de um loureiro chega a ser considerada um símbolo de mau agouro.


É um bom companheiro de quase todas as ervas de meia sombra que crescem viçosas a seus pés, exceto quando a árvore fica muito velha e cheia de raízes enormes e ressequidas.

Na mitologia grega o louro representa a virgem Daphne transformada por seu pai numa árvore de folhas brilhantes para escapar das perseguições amorosas de Apolo, que desde então passou a usar uma coroa de louros sobre seus cabelos.


A partir daí este uso tornou-se um símbolo de vitória, e a coroa foi usada por reis, conquistadores, príncipes e poetas.
Nos Jogos Olímpicos de 776 a.C. os esportistas vencedores receberam as coroas verdes da glória que continuam significando honra e poder.


Na medicina, Galeno ensinava que os frutos negros curavam mais do que as folhas e as cascas, mas a planta toda tem qualidades curativas, inclusive seu óleo essencial, que é usado para
aliviar todos os tipos de reumatismos.

Internamente é usada nas bronquites crônicas, nas gripes e nos problemas digestivos.

Na culinária, especialmente na francesa, é um tempero importantíssimo, e quase poderíamos dizer, para afagar mais uma vez o ego da planta, que a cozinha francesa assenta suas bases sobre folhas de louro.
É um dos componentes do bouquet garni e é o seu "sabor helênico" que une o aroma das outras ervas de maneira perfeita.


No aspecto mágico o louro é um campeão absoluto

Cercas vivas feitas de louro trazem proteção e acabam com o perigo das tempestades, dos trovões e dos relâmpagos.
Culpeper dizia que um homem perto de um loureiro não precisaria temer as "feiticeiras".

Para combater a insônia nada melhor do que algumas folhas de louro dentro do travesseiro, já usado pelo imperador Tibério nos primeiros anos de nossa era.

Todo o conteúdo desta postagem foi extraído do Livro "As ervas do sítio" - história, magia, saúde, culinária e cosmética - de autoria de Rosy L. Bornhausen, gentilmente cedido para mim pela
querida  Ruth Carneiro Bauer.
Obrigada pela confiança...




17 comentários:

  1. Nossa Claudia! Eu adorei saber de tudo isso...
    Vou olhar o Louro com outros olhos!
    E eu que achava que ele só era bem vindo no feijão...rsss

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Rsrsrsrss...por um tempo eu também pensava assim, agora já tenho dois pés plantados por mim na entrada da casa....bjs

    ResponderExcluir
  3. Lindo, me apaixonei! Também quero ao menos um na minha porta!!!!
    Bjos e até daqui a pouco, às 17h, querida!
    Acho que desta vez consegui postar um comentário!!!!!!!!!!! Vivaaaaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  4. Já testei amiga , que bacana essas suas dicas sempre bem vindas, bjs

    ResponderExcluir
  5. Adoro suas dica Claudia!

    Beijos, Quel

    http://handmade-style.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Claudia!

    Nossa, que história! Sempre via as coroas de louro, nas cabeças dos vencedores, nos épicos, mas, não sabia que o louro era tão nobre assim. Faço muito uso do louro, pra cozinhar.

    Obrigada pelas visitas, e um grande abraço!
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  7. E também o uso muito nos guisados e assados de carne!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Claudia!
    Adoro passear pelo seu blog; sempre com ótimas dicas perfumadas.
    Mês passado redescobri esse livro guardado há uma década e fiquei muito feliz ao colocar algumas receitinhas em prática.
    Ainda bem que tenho um pezinho dessa maravilha em casa.
    Ah, você sabe me dizer como encontrar o óleo essencial de genciana?!!
    Fico no aguardo. Dá uma passadinha lá no meu cantinho. Beijos Mariza
    http://belbellitazen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Sempre é bom fazer uam visita por aqui!!
    ADOREI!!
    Como sempre!!
    Bjs
    Maike Sol

    ResponderExcluir
  10. Adorei essa dica, nossa eu tenho reumatismo, vou comprar o oleo de louro.
    Beijo Claudia e boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Só um pequeno à parte Cláudia : o Louro ou Loureiro, como nós chamá-mos por terras lusas é normalmente utilizado em toda a culinária mediterrânica e não só na culinária francesa( como dito no livro). Se por aí houver falta desta planta, só tem que dizer, porque por cá quase é uma praga (pelo menos na minha quinta - "roça"). Normalmente utilizam-se as folhas, secas ou frescas para temperar vários pratos, desde um simples arroz a um estufado, ou mesmo um assado, dando à refeição um travo ligeiramente agri-doce bastante agradável. Ter em atenção que não deve ser usado em quantidade pois as suas propriedades podem afectar a função cardíaca (tal como a folha da Oliveira)., Aconselho, uma a duas folhas médias por prato. Podem-se usar vários tipos de condimentos, que o travo de Louro vai sempre sobressair.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Olá Cláudia
    Gostei das informações sobre o loureiro. Eu também tenho um na quinta, este ano podei pela primeira vez, eu não deixava tirar nem uma folhinha até aí. Acho que ele adorou ser podado, porque em pouco tempo passou para praticamente o dobro do tamanho. Vamos fazendo e aprendendo. Os ramos podados foram secos e agora quando estou na aldeia já entram nos nossos cozinhados.

    ResponderExcluir
  14. Gostei de descobrir este blog! Bom conteúdo e excelentes imagens! Manuela

    ResponderExcluir
  15. Comprei um é de louro numa loja e pantei num vaso até grandinho mas ele não está bonito... As folhas estão secas e ele não desenvolve...de plantas mas ele

    ResponderExcluir
  16. Meu louro está sefo e sem folhas ,acho que morreu ,onde errei? Ele está entre o sol a sombra ,molho pouco ,mas nunca tinha podado ,quando podei ele morreu!snif!

    ResponderExcluir
  17. Meu louro está sefo e sem folhas ,acho que morreu ,onde errei? Ele está entre o sol a sombra ,molho pouco ,mas nunca tinha podado ,quando podei ele morreu!snif!

    ResponderExcluir